domingo, 18 de abril de 2010

Rosa do Deserto (Adenium obesum)


  • Vou postar um artigo sobre uma planta que acho linda e estou tentando cultivar: a rosa do deserto.
  • Comprei sementes esse fim de semana pela internet, e estou ansiosa para que elas cheguem.
  • Também coleciono cactos e suculentas há alguns anos. 
  • Agora que estou morando em casa, minha coleção está ficando cada vez maior.
  • Quando mudei no ano passado de curitiba para são paulo trouxe minhas plantas pra cá.
  • É um hobbie delicioso plantar e ver as plantinhas se desenvolverem.
  • Vou falar mais sobre as rosas do deserto:

  • Nome Científico: Adenium obesum
  • Sinonímia: Adenium coetaneum
  • Nome Popular: Rosa-do-deserto , Lírio-impala, Adenium
  • Família: Apocinaceae
  • Divisão: Angiospermae
  • Origem: Sul da África e Península Arábica
  • Ciclo de Vida: Perene


No ambiente natural:







A rosa do deserto é uma planta herbácea, suculenta, de aspecto escultural e floração exuberante. Seu caule é engrossado na base, uma adaptação para guardar água e nutrientes em locais áridos. Alcança de 1 a 3 metros de altura se deixada crescer livremente. Apresenta folhas dispostas em espiral e agrupadas nas pontas dos ramos. Elas são inteiras, coriáceas, simples, de forma elíptica a espatulada, verdes e com nervura central de cor creme. Raríssimas variedades apresentam variegações, com folhas creme, salpicadas de verde.
Florações podem ser obtidas em plantas jovens, com apenas 15 cm de altura. O florescimento geralmente ocorre na primavera, sendo que há possibilidade de sucessivas florações no verão e outono. As flores são tubulares, simples, com cinco pétalas. As cores são variadas, indo do branco ao vinho escuro, passando por diferentes tons de rosa e vermelho. Muitas variedades apresentam mesclas e degradeés do centro em direção as pontas das pétalas. Há ainda variedades de flores dobradas.
A rosa do deserto é uma planta que desperta aficcionados em todo o mundo, da mesma forma que orquídeas, bromélias, cactos, suculentas, carnívoras e bonsais. Há colecionadores dedicados à esta fantástica espécie, que produzem plantas com caules excepcionalmente esculturais e florações magníficas. Essa espécie ainda permite enxertia (garfagem), o que é bastante interessante para se produzir uma mesma planta com flores de variedades diferentes. Plantas antigas, de variedades raras, e bem trabalhadas alcançam preços exorbitantes no mercado, assim como bonsais.
Um dos segredos para deixar a base do caule interessante é levantar um pouco a planta, deixando a parte superior das raízes exposta a cada replantio, que deve ser realizado a cada 2 ou 3 anos. A planta enraizará normalmente. Para obter um aspecto engrossado e florações intensas, a utilização de um fertilizante de boa qualidade é fundamental. Ela não é muito exigente em nitrogênio, portanto uma fórmula específica de floração, que contenha mais fósforo é indicada. Jamais fertilizar uma planta sem antes irrigá-la, sob pena de queimar raízes e provocar queda das folhas.
Deve ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo perfeitamente drenável, neutro, arenoso, enriquecido com matéria orgânica e irrigado a intervalos esparsos e regulares. Não tolera o frio abaixo de 10ºC ou encharcamento. Apesar dessas exigências em drenagem não é bom deixá-la muito tempo sem regas. Em países de clima temperado e frio ela se torna semi-decídua e deve ser conduzida em estufas aquecidas no inverno. Ainda que tolere meia-sombra, florações abundantes só serão obtidas sob sol pleno. Podas de formação devem ser criteriosas para não formar deformidas não naturais e cicatrizes feias na planta, e luvas, pois sua seiva é altamente tóxica. Multiplica-se por sementes e estacas.




Para quem quer comprar sementes, entrem no perfil do ORKUT do Renato Pires. O e-mail para contato é: renatoapires@hotmail.com

Vou continuar a postar por fotos, o cultivo das sementes e o crescimento das plantas!!!
Confiram minhas plantas clicando AQUI.

4 comentários:

  1. Onde posso comprar em Portugal esta planta "rosa do deserto?"
    Já procurei e não encontro.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  2. então suas sementes chegaram? TB comprei estou na espera

    ResponderExcluir
  3. Chegaram rapidinho! Mas fiz esse post há mais de 1 ano! Mas pode confiar no fornecedor!

    ResponderExcluir
  4. eu estou conhecendo a rosa do deserto a pouco
    por um acaso a vi e adiquiri algumas unidades ja florando
    e me apaichonei pela especie
    pois tudo neste mundo tem um sentido
    e temos que nos aprofundar nossos conhecimentos nas plantas

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Nina

Minha foto foi a mais votada no YOGA TRAIL

Minha foto foi a mais votada no YOGA TRAIL
Obrigada a todos por votarem!

ATENÇÃO

Muitas imagens do BLOG são fonte de pesquisa na internet.
As imagens que incluem o @bynina na lateral são criadas por mim, geralmente pego frases de outros autores, citando o mesmo e imagens de fundo disponíveis na internet.
Todas as frases e pensamentos com a assinatura BYNINA embaixo são de minha autoria.
Lembre-se sempre de citar a fonte quando compartilhar.
E se alguma imagem tiver direitos autorais, entre em contato comigo através do e-mail bynina@gmail.com que cito o autor ou retiro imediatamente.
Obrigada pela compreensão!

Carolina Carvalho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...